Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

21 de outubro de 2008

D. Albino Cleto apresenta Plano Pastoral na Região da Beira-Mar


D. Albino Cleto presidiu, dia 18 de Outubro, no Seminário da Figueira da Foz, ao encontro de apresentação do novo plano pastoral da Diocese de Coimbra, para o triénio 2008/2011.
Numa assembleia de cerca de uma centena de pessoas, representando diversas paróquias e arciprestados da Região Pastoral da Beira-Mar, entre párocos e leigos dos diferentes movimentos paroquiais, o Bispo de Coimbra dirigiu o encontro divido em duas partes que se complementaram. Na primeira, agradecendo a presença e disponibilidade "dos apóstolos de Jesus", o prelado anunciou os tópicos e o grande objectivo do plano pastoral, frisando que "estamos aqui para melhorar, corrigir ou acrescentar algo aos contributos que tivestes oportunidade de dar, no encontro de Janeiro, para a elaboração deste plano".
Acentuando que "os leigos devem ser apóstolos para fazer novos discípulos", D. Albino disse que "a Igreja precisa de se renovar", indicando as áreas prioritárias para o anúncio e o convite ao Evangelho: Catequese, Família, Juventude, Comunicação Social e "Inovação de cada Comunidade Cristã" fiel à Eucaristia e consciente da importância da Oração e onde devemos anunciar abertamente a felicidade das vocação de consagração".
Num segundo momento, o Bispo "deu" a palavra aos participantes, no sentidos destes contribuírem com sugestões, nomeadamente através do testemunho da sua participação nos diferentes movimentos paroquiais. "o plano deve ser um sinal de abertura aos novos tempos que nos apresenta novos desafios"; "não basta ser leigo orante, é preciso ser leigo de apostolado"; "a diocese deve procurar divulgar o Plano Pastoral junto das comunidades paroquiais, através da comunicação social"; "o Escutismo é um bom exemplo para cativar e iniciar uma evangelização inovadora"; o curso Alpha é um método de rejuvenescimento das comunidades paroquiais; não podemos inovar e consequentemente ‘fazer’ discípulos sem darmos o nosso testemunho e fazer a caridade"; "o que faço eu, como cristão, para ajudar na Acção Social?", foram algumas questões apresentadas, visando "contribuir para o sucesso do Plano diocesano 2008/2011".


Aldo Aveiro

Padre José Carraco deixa a paroquialidade de Montemor

O padre José Carraco, pároco de Montemor-o-Velho e pioneiro do ensino secundário no concelho foi, a seu pedido, dispensado do múnus paroquial.


Aos 78 anos de idade, e após cerca de 46 anos ao serviço da comunidade cristã da paróquia de Santa Maria de Alcáçova e S. Martinho, de Montemor-o-Velho, o padre José Carraco dos Reis Marques, a seu pedido, foi dispensado do múnus paroquial, por D. Albino Cleto, Bispo de Coimbra, continuando, no entanto, a colaborar na pastoral da paróquia, celebrando a eucaristia na capela de Nossa Senhora de Campos.
Além da missão pastoral que a diocese lhe atribuiu durante este largo período, acumulando também as paróquias da Carapinheira e Gatões durante cerca de 24 anos, o padre José Carraco foi um dos pioneiros do ensino secundário no concelho de Montemor-o-Velho, como co-fundador do ex-Externato Fernão Mendes Pinto, no início da década de 60, do século passado, proporcionando novos horizontes educativos, culturais, sociais e profissionais a dezenas de indivíduos.
Para substituir este clérigo, D. Albino Cleto nomeou os padres José Luís Ferreira e António Domingues, Missionários do Preciosíssimo Sangue, como párocos "in solido" de Montemor-o-Velho, mantendo a paroquialidade de Carapinheira, Verride, Abrunheira, Reveles, Vila Nova da Barca e Reitoria da Ereira. De acordo com o exarado na nomeação diocesana, os padres Élcio Roberto dos Santos, Martinho Alves de Sousa e um novo Sacerdote (da Fraternidade de Jesus Salvador, sedeada em Meãs), irão colaborar na actividade sacramental da Carapinheira, Montemor e Paróquias vizinhas, mantendo a paroquialidade de Meãs do Campo, Tentúgal, Lamarosa, S. Martinho de Árvore e S. Silvestre, "numa comunhão de apostolado".
Estes novos párocos de Montemor tomaram posse, no passado domingo, durante a Celebração da Eucaristia, na Igreja Matriz de S. Martinho, presidida por Monsenhor Leal Pedrosa, participando neste acto, além do padre Carraco e dos novos párocos, os presbíteros sedeados em Meãs e o padre José Cunha, de Soure.
Após o rito inicial da saudação, Monsenhor Leal Pedrosa prestou agradecimentos ao pároco cessante, exaltando o seu trabalho sacerdotal como "digno e fiel servidor da palavra de Deus nas paróquias onde exerceu a pastoral" e aos novos sacerdotes da comunidade de Montemor pela disponibilidade que ambos mostraram face à actual renovação desenhada pelas necessidades da diocese. Afirmando que "o múnus pastoral não tem limites geográficos, entre paróquias vizinhas", Monsenhor Leal Pedrosa destacou "a renovação agora efectivada, beneficiando esta grande unidade pastoral e a diocese".



Aldo Aveiro

Fidesco procura voluntários para o serviço dos mais pobres


No programa de divulgação das suas actividades, passou por Coimbra no passado dia 7 de Outubro a "Volta a Portugal da FIDESCO", organização católica de solidariedade internacional, que organizou dois encontros abertos a todos os interessados, um deles no auditório do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), e outro no Instituto Justiça e Paz. O objectivo desses encontros foi apresentar a organização, desafiar possíveis voluntários a darem um ou dois anos da sua vida ao serviço dos mais pobres nos países de África, Ásia ou América Latina e solicitar o apoio financeiro e espiritual de quantos se sintam implicados na problemática do desenvolvimento dos países carenciados.
Nos dias 22 e 23 do mês de Novembro, terá lugar, na Casa da Sagrada Família, em Coimbra, um fim-de-semana de "Descoberta" em que se darão mais informações sobre a FIDESCO e se ajudará os eventuais interessados a discernir das razões para partir ou para não partir numa missão de voluntariado. São particularmente convidados os jovens licenciados, solteiros ou casados, e os recém-aposentados desejosos de pôr as suas competências ao serviço dos que precisam. A FIDESCO recruta e forma cooperantes nas mais diversas áreas (saúde, educação, gestão…), sendo neste momento muito urgente o recrutamento de técnicos ligados à agronomia e à agricultura, para partirem em 2009.
Para mais informações, www.fidesco-international.org e fidescoportugal@emmanuel.info

Peregrinação diocesana recorda São Paulo prisioneiro


Durante este Ano Paulino estão preparadas algumas peregrinações, seguindo os passos de São Paulo, a fim de se propor um maior conhecimento deste Apóstolo e com esta faceta de peregrino que anuncia o Evangelho. A Diocese de Coimbra não quis deixar de assinalar a data e realizará, entre os dias 21 e 28 de Fevereiro de 2009, uma viagem que percorrerá os passos de São Paulo prisioneiro, de Malta até à cidade de Roma.
As inscrições podem ser feitas até ao dia 15 de Dezembro, no Cartório Paroquial de S. José, em Coimbra ou através do telefone 239 716916. O preço por pessoa, com tudo incluído (viagem, transportes e pensão completa), é de 1.690 euros.

Secretariado Diocesano da Pastoral Universitária promove Bênção do Caloiro


O Secretariado Diocesano da Pastoral Universitária (SDPU) vai realizar no próximo dia 26 de Outubro, pelas 18,45 horas, na Sé Nova, a Bênção do Caloiro. Todos os alunos que entraram este ano, no Ensino Superior, em Coimbra e quiserem participar, terão que levar padrinho ou madrinha. Para mais informações, poderão entrar em contacto com a ritarebelo@hotmail.com

Comemoração Nacional do Dia do Vicentino assinalado em Coimbra


No próximo dia 26 de Outubro, a partir das 14,30 horas, decorrerá no Salão Polivalente da paróquia de S. José, em Coimbra, a comemoração nacional do Dia Vicentino.
A efemeridade será assinalada pela conferência proferida pelo Padre Vítor Feytor Pinto sobre "As Conferências de São Vicente de Paulo e a Nova Evangelização". Haverá ainda intervenções do Dr. Luís Subtil (Secretário do Conselho Central de Coimbra das Conferências de São Vicente de Paulo), Padre Amílcar Aleixo (assistente espiritual), Dr.ª Beatriz Basto da Silva (presidente), Eng. Armando João Rocha (presidente do Conselho Nacional) e de D. Albino Cleto, Bispo de Coimbra.
A comemoração será assinalada ainda com a celebração da Eucaristia, presidida por D. Albino Cleto.
A Sociedade de São Vicente de Paulo é uma associação católica de leigos que procura aliviar aqueles que sofrem, em espírito de justiça e de caridade, na ocorrência deste evento, o Conselho Central de Coimbra irá homenagear os membros com mais de 25 e 50 anos de dedicação fraterna ao próximo.
A acção da Sociedade de São Vicente de Paulo compreende todas as formas de ajuda por meio de um contacto pessoal, para alívio do sofrimento e promoção e da integridade do homem. A Sociedade procura não só aliviar a miséria, mas também descobrir e solucionar as suas causas. A sua ajuda visa todos os homens, sem distinção de religião, opinião, cor, origem ou convicção política.

Andam a roubar igrejas e capelas


No espaço de dois dias foram assaltadas duas igrejas. A 15 de Outubro na igreja matriz de Cadima, concelho de Cantanhede, furtaram um sacrário centenário, em ferro fundido de valor incalculável com um peso a rondar os 150 quilos.
A 17 de Outubro na igreja de Lentisqueira, concelho de Mira, furtaram também um sacrário com mais de 45 anos que estava aparafusado a uma parede, e que tinha no seu interior, além de hóstias consagradas, duas píxides de valor. Nesta igreja, ao contrário do que aconteceu em Cadima, os assaltantes também arrombaram uma caixa de esmolas e levaram todas as moedas que tinha desde do início do mês. Estes dois assaltos foram executados à luz do dia e estão a ser investigados pela Polícia Judiciária.
A 8 de Outubro, a Capela da Senhora da Candosa (na foto), freguesia de Vila Nova do Ceira também foi assaltada, onde os amigos do alheio fizeram um autêntica limpeza, levando imagens dos santos, paramentos, toalhas e todos os utensílios religiosos a que conseguiram deitar a mão. A capela ficou despida das imagens de Nossa Senhora da Candosa, Santa Maria Egipcíaca, Nossa Senhora da Piedade e São Martinho.
Esta ermida, pertencente à paróquia de Vila Nova do Ceira, situa-se no alto do cerro da Candosa, um local isolado, que, sem dúvida, terá facilitado este assalto que deixou a capela completamente "despida".
Para além dos elevados prejuízos materiais, o sentimento de revolta e desilusão apodera-se destas comunidades.
Miguel Cotrim

Guia inaugura Centro Social Paroquial




A Comunidade Paroquial de Nossa Senhora da Expectação da Guia viveu no passado Domingo, dia 19 de Outubro, um dia de solidariedade e festa ,com a Benção e Inauguração do Centro Social Paroquial "Maris Stella" .
A Bênção foi presidida pelo Bispo de Coimbra, D Albino Cleto, na presença das autoridades locais, nomeadamente o presidente da Câmara Municipal de Pombal, o presidente da junta de freguesia e o director da Segurança Social de Leiria e da respectiva comunidade.
O edifício com uma área de 500 metros quadrados, possui três pisos, e foi iniciado há cerca de quatro anos, pela administração e direcção da instituição. A obra recebe hoje, um grupo de quinze idosos em Centro de Dia e dez em apoio domiciliário.
No terceiro piso tem um espaço de várias salas, preparado para receber um Netário-apoio às famílias no acolhimento de avós e netos- uma experiência piloto, a desenvolver proximamente.
Na obra foram gastos cerca de seiscentos mil euros, angariados pela comunidade local em festas, peditórios, almoços, Tasquinhas, reconstituição da "feira dos dez", etc.
Foi necessário, por parte do povo, muita generosidade e partilha.
Durante estes últimos dois anos, o Grupo de Amigos " Maris Stella" partilhou cerca de dois mil e quinhentos euros em dádivas assumidas mensalmente.
A Câmara de Pombal deu oitenta mil euros e através do Estado receberam o reembolso do Iva – no valor de cinquenta e sete mil euros.
A seu tempo chegarão os acordos a celebrar com a Segurança Social.
Toda esta actividade desenvolvida tem como lema principal a frase do Padre Américo: -" cada Paróquia deve tratar dos seus pobres." E a solidariedade e caridade cristãs são a resposta a construir, agora, com os utentes e famílias no apoio a ser dado.
Foram ainda celebrados dois acontecimentos: o 11ºAniversário da Paróquia e o 10º aniversário do trabalho pastoral do Pároco.