Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

6 de abril de 2009

Concerto-Prestígio da Orquestra Clássica para Mons. Leal Pedros




O ciclo de concertos prestígio de 2009 arrancou no passado dia 4 de Abril com uma homenagem ao Monsenhor Leal Pedrosa, Vigário Geral da Diocese de Coimbra. O concerto realizou-se na Sé Nova e envolveu a Orquestra Clássica do Centro e o Orfeon Académico de Coimbra, que interpretaram excertos da obra "Messias", de G.F. Häendel. Ao Coro e Orquestra associaram-se os solistas Ângela Alves (Soprano), Joana Valente (Mezzo-soprano), João Miguel Gonçalves (Tenor) e o organista Rui Soares, sob direcção do maestro (convidado) Artur Pinho.
O vereador da Cultura da Câmara Municipal de Coimbra, Mário Nunes enalteceu a pessoa de Monsenhor Leal Pedrosa como "figura extraordinária da cidade e da Igreja Católica". Na presença de D. Albino Cleto, Mário Nunes aproveitou para agradecer a disponibilidade e abertura de Monsenhor Leal Pedrosa a estas iniciativas.
Coube ao Professor Vilaça Ramos, na qualidade de presidente da Assembleia Geral da Orquestra Clássica do Centro, apresentar o homenageado. Para Vilaça Ramos, Monsenhor Leal Pedrosa é uma pessoa "humilde e cativante". Vigário Geral da Diocese de Coimbra é uma "pessoa que se preocupa muito com a cultura e a arte e tem acompanhado com muito carinho o trabalho da Orquestra Clássica do Centro".
No fim do concerto, Monsenhor Leal Pedrosa agradeceu a homenagem efectuada pela Orquestra Clássica do Centro e pela Câmara Municipal de Coimbra, nas pessoas do maestro Virgílio Caseiro, Emília Antunes e Mário Nunes, assim como a todos os músicos presentes.
Segundo, Mário Nunes, os "Concertos Prestígio" têm como finalidade prestigiar personalidades que se distinguiram nas artes, na cultura, na política, no ensino, na saúde, etc…
O primeiro deste ano coube a monsenhor Leal Pedrosa que levou muito amigos e apreciadores de música à Sé, esgotando quase a sua capacidade.


Miguel Cotrim

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial