Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

24 de junho de 2008

Concerto angaria verbas para construir clínicas dentárias em Timor


A Empresa Municipal de Turismo e o Coro Alma de Coimbra promovem, amanhã, dia 27 de Junho, um concerto no Jardim da Sereia, cuja receita reverte na íntegra para a construção de duas clínicas dentárias em Timor-Leste.
O espectáculo, que terá como tema central a guitarra de Coimbra, marca o início das Festas da Cidade, contando com a participação de Vitorino, Janita Salomé, Filipa Pais e a Brigada Vítor Jara, entre outros.
Durante a apresentação pública da iniciativa, na Câmara de Coimbra, o antigo bispo timorense D. Ximenes Belo adiantou que a receita se destina a comparticipar a construção de duas clínicas dentárias, uma na Diocese de Díli e outra em Baucau, orçadas em 210 mil euros.
Denominado "A Guitarra de Coimbra por Timor", o concerto integra-se no projecto Timor-Leste Saúde, da responsabilidade da Associação de Apoio à Diocese de Baucau, que tem em marcha um outro programa na área da educação para dotar as escolas de material didáctico.
O espectáculo realiza-se no Jardim da Sereia, pelas 21,30 horas, e custa 10 euros.

Irmãs da Rainha Santa Isabel distribuem géneros alimentares a cerca de 350 famílias carenciadas


As Irmãs da Rainha Santa Isabel vão levar, uma vez mais, uma distribuição de géneros alimentares a cerca de 350 famílias das mais carenciadas de todas as paróquias de Coimbra.
Este ano, esta acção de partilha terá lugar no próximo sábado, dia 28 de Junho, pelas 15 horas, nos claustros do Convento de Santa Clara-a-Nova, depois de uma oração de Graças, na igreja do mesmo convento, aos pés da Rainha Santa Isabel, Padroeira de Coimbra e exemplo de uma vida cheia de amor e carinho por todos os mais necessitados.

Encontro com casais da pastoral familiar do arciprestado da Mealhada


A fim de se fazer a avaliação do trabalho realizado pelo arciprestado da Mealhada na preparação da XIV Festa das Famílias, e programar a pastoral da família nesta parcela da diocese, o Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar vai promover um encontro de casais animadores no próximo dia 8 de Julho, pelas 21.30, nas instalações anexas à Igreja paroquial da Mealhada. Além do grupo que colaborou na preparação, devem participar neste encontro todos os casais que integram (ou podem integrar) equipas paroquiais da família.

Encontro das Equipas da Pastoral Familiar da Região Pastoral Sul


No próximo dia 9 de Julho, pelas 21 horas e 15 minutos, no Centro Pastoral de Chão de Couce, o Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar vai promover um encontro de Equipas Paroquiais da Família da Região Pastoral Sul, tendo em vista o acompanhamento das suas actividades. Relativamente ao Projecto "Família jovem", pretende-se fazer a avaliação dos 2º e 3º níveis, ou seja, o acompanhamento personalizado a casais que pedem o Baptismo para os filhos e aos que matriculam pela primeira vez os filhos na catequese. Será bom cada paróquia estar representada com pelo menos um casal e, se possível, o pároco.

Apresentado em Coimbra

DVD espalha mensagem de Fátima pelo mundo


Apenas 5% da população mundial conhece a mensagem de Fátima. É pelo menos esta a convicção de Thomas McCormack, o irlandês que realizou e produziu o documentário "Apelo de Fátima", em duplo DVD, apresentado na passada segunda-feira no Memorial da Irmã Lúcia, em Coimbra. O trabalho está editado em 11 línguas, incluindo chinês e russo e, brevemente em árabe, hindu e coreano.
Directamente do Memorial da Irmã Lúcia, o filme, baseado nos registos da última das videntes de Fátima, deverá chegar a uma audiência de um bilião de pessoas em todo o mundo, acredita o produtor, que deseja chegar a 75% da população dos cinco continentes.
Quando decidiu embarcar nesta aventura, Thomas McCormack não tinha qualquer experiência no mundo cinematográfico, nem sequer alguma vez trabalhara com câmaras de filmar. A ideia surgiu-lhe num momento de grande dificuldade financeira da empresa onde trabalhava, quando, a 13 de Maio, recebeu um cheque de 70 mil euros, que o fez respirar de alívio. A coincidência da data fê-lo querer viajar até Fátima, o que aconteceu em 1999, na companhia da mãe.
Surgiu então o primeiro filme – "O apelo de Fátima – a história" -, já visto por 1,180 milhões de pessoas e baseado no livro "Apelos da Mensagem de Fátima", com um período temporal que vai até aos funerais da Irmã Lúcia e do Papa João Paulo II. Neste volume surgem referências às visitas do anjo em 1916, seis visitas de Nossa Senhora em 1917, os três segredos, a aparição de 1919, a experiência da Irmã Lúcia de ver o inferno, a história e as mortes de Francisco e Jacinta ou a visita de João Paulo II em 1981, entre outros aspectos.
Demorou cinco anos a ficar completo e custou 175 mil euros, bem mais caro do que o orçamento inicial de 10 mil euros.
O segundo volume – "A mensagem" –, inspirado na obra "Fátima nas palavras de Lúcia (Memórias I)", surgiu por sugestão de Celina de Jesus, prioresa do Carmelo de Santa Teresa, uma das personalidades que conviveu directamente com a vidente e que dá o seu testemunho do documentário, ao descrever o falecimento da Irmã Lúcia a 13 de Fevereiro de 2005.
Surgem também Branca Paul (médica da Irmã Lúcia nos últimos 15 anos da sua vida), padre Valinho (primo da pastorinha) e o padre Kondor (vice-postulador da causa da canonização de Francisco e Jacinta), que destaca a sétima aparição.
Com a aprovação prévia do Vaticano, o documentário ganhou o galardão de St. Maximillian Kolbe para a educação. Traduzido agora em 11 línguas, o objectivo "é muito simples", realçou o produtor, "é o mesmo de Nossa Senhora: salvar e levar todas as almas para o céu".
Para isso, "temos de comunicar", daí o desejo de levar o filme ao maior número de países possível, independentemente da religião. Por exemplo, o ano passado, Thomas McCormack esteve nos Estados Unidos a fazer a divulgação deste projecto, tendo recebido várias manifestações de católicos e não católicos.
Sobre os escritos da Irmã Lúcia que deram origem ao documentário, já em 2000, o então cardeal Joseph Ratzinger, actual Papa Bento XVI, classificou o livro "Apelos da Mensagem de Fátima" como o "mais importante para o católicos no século XXI".