Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

21 de outubro de 2008

Andam a roubar igrejas e capelas


No espaço de dois dias foram assaltadas duas igrejas. A 15 de Outubro na igreja matriz de Cadima, concelho de Cantanhede, furtaram um sacrário centenário, em ferro fundido de valor incalculável com um peso a rondar os 150 quilos.
A 17 de Outubro na igreja de Lentisqueira, concelho de Mira, furtaram também um sacrário com mais de 45 anos que estava aparafusado a uma parede, e que tinha no seu interior, além de hóstias consagradas, duas píxides de valor. Nesta igreja, ao contrário do que aconteceu em Cadima, os assaltantes também arrombaram uma caixa de esmolas e levaram todas as moedas que tinha desde do início do mês. Estes dois assaltos foram executados à luz do dia e estão a ser investigados pela Polícia Judiciária.
A 8 de Outubro, a Capela da Senhora da Candosa (na foto), freguesia de Vila Nova do Ceira também foi assaltada, onde os amigos do alheio fizeram um autêntica limpeza, levando imagens dos santos, paramentos, toalhas e todos os utensílios religiosos a que conseguiram deitar a mão. A capela ficou despida das imagens de Nossa Senhora da Candosa, Santa Maria Egipcíaca, Nossa Senhora da Piedade e São Martinho.
Esta ermida, pertencente à paróquia de Vila Nova do Ceira, situa-se no alto do cerro da Candosa, um local isolado, que, sem dúvida, terá facilitado este assalto que deixou a capela completamente "despida".
Para além dos elevados prejuízos materiais, o sentimento de revolta e desilusão apodera-se destas comunidades.
Miguel Cotrim

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial