Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

10 de outubro de 2008

Abertura do Ano Lectivo no ISET

Coimbra foi pioneira
no ensino da Liturgia


"As três primeiras cátedras de liturgia, como disciplina do curso teológico, estão ligadas a Coimbra". A afirmação é do Padre Doutor Carlos Cabecinhas que, na sessão de abertura do ano lectivo no Instituto Superior de Estudos Teológicos (ISET) de Coimbra, proferiu uma lição sobre "o início da ciência litúrgica como cátedra universitária", reportando-se ao tema da sua tese de doutoramento, recentemente defendida em Roma.
Ligado à criação das primeiras cátedras de liturgia está indelevelmente ligado o nome do jesuíta Manuel de Azevedo que foi "o seu idealizador, organizador e primeiro lente universitário de ciências litúrgicas". Natural de Coimbra, este sacerdote foi o mentor da Escola dos Sagrados Ritos, do Colégio Romano, da cátedra de Ritos Sagrados da Academia Litúrgica de Coimbra e da cátedra de "Teologia Litúrgica" da Universidade de Coimbra. Destacado foi também neste processo o bispo D. Miguel da Anunciação. De facto, Azevedo "afirma, no início de 1746, que estava já a tratar com o bispo de Coimbra, da organização da nova cátedra". Só a seguir, em Roma, apresentou ao Papa Bento XVI "a necessidade de instituir uma cátedra de Liturgia no Colégio Romano".
A história de todo este processo é o objecto central da tese de doutoramento do Padre Carlos Cabecinhas, professor no ISET, a publicar brevemente.
Introduzindo a sessão solene, o director do ISET, Padre Doutor Jesus Ramos, saudou os bispos das dioceses que integram o Instituto, recordando especialmente o senhor D. José Sanches Alves, até agora responsável pelos destinos da diocese de Portalegre e Castelo Branco, e o senhor D. Antonino Dias que, dentro em breve tomará posse do mesmo bispado. Dirigiu-se, igualmente, aos professores e alunos da instituição, afirmando que ali "não são apenas os alunos que aprendem com os seus mestres, pois também estes, quando têm discípulos interessados e empenhados, como são os nossos, têm oportunidade de com eles alargar horizontes e de permanecerem numa atitude de permanente rejuvenescimento".

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial