Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

17 de julho de 2008

Faleceu o Padre António Pedro dos Santos


O Padre António Pedro dos Santos, antigo director do Colégio de S. Teotónio, pároco de Semide e Rio de Vide, faleceu no passado domingo, dia 13 de Julho, em Coimbra.
Natural de Lobazes, Miranda do Corvo, onde nasceu a 11 de Agosto de 1925, frequentou os seminários da Figueira e Coimbra, sendo ordenado sacerdote a 29 de Junho de 1948 na sé de Lisboa. Nomeado coadjutor de Santa Cruz, ali esteve até Outubro de 1949, quando começou a integrar, como prefeito de estudos, a equipa educadora do Seminário da Figueira. Dali transitou para igual missão no Seminário Maior, onde se manteve até 1961. Nesse ano, tendo deflagrado a guerra em Angola, partiu para aquele território como capelão militar, acompanhando os combatentes.
Em 1964, regressado de Angola, foi escolhido para substituir D. Eurico Nogueira, então nomeado bispo de Vila Cabral, à frente do Colégio de S. Teotónio, então a dar os primeiros passos. Pode dizer-se que foi o Padre Pedro quem estruturou a vida do colégio, por onde passaram milhares de alunos, muitos deles oriundos dos territórios ultramarinos. A sua acção foi preponderante para se ultrapassarem as dificuldades surgidas em 1974. Depois de 25 anos de serviço dedicado ao ensino particular, foi dispensado dessa tarefa em 1989, altura em que professores, pais e alunos lhe prestaram uma justa homenagem.
Nesse mesmo ano foi nomeado pároco de Semide e Rio de Vide, e capelão do Santuário do Divino Senhor da Serra, onde permaneceu até ao fim. Homem de causas, o Padre Pedro, além de procurar construir comunidades cristãs, pôs ombros a duas iniciativas que marcaram a sua passagem por aquelas paróquias. Em Semide lutou e conseguiu que se iniciassem as obras de recuperação do antigo mosteiro e que fosse restaurado o órgão de tubos. No Senhor da Serra procurou reactivar a antiga romaria, criando a Ordem do Romeiro, ampliando as instalações para o apoio aos peregrinos e embelezando o local. Foi, por iniciativa sua, ali erguido um busto ao bispo conde D. Manuel Correia de Bastos Pina, que foi, no final do século XIX e no início do século XX, o grande impulsionador do santuário.
Foi um padre apaixonado pela Igreja e pelas suas causas. "Morreu a servi-la, com o mesmo amor de há sessenta anos, quando foi ordenado sacerdote" – afirmou D. Albino Cleto na homilia da missa do seu funeral, no dia 16, na igreja paroquial de Miranda do Corvo, onde não cabiam todos os que ali se dirigiram para participar nos actos fúnebres. A Eucaristia, presidida pelo Bispo de Coimbra, foi concelebrada por mais de meia centena de sacerdotes que admiravam o Padre Pedro pelo seu espírito lutador, pelo seu poder de iniciativa e pelo seu grande amor à Igreja.
O "Correio" que sempre teve no Padre António Pedro dos Santos um bom e interessado, apresenta à sua família sentidas condolências.

1 Comentários:

Blogger R disse...

Ola, frequentei o colegio Sao Teotonio entre 1976 a 1981 e e com pesar que fiquei a saber do falecimento do Padre Pedro, pessoa que nos deu muito apoio nos tempos dificeis apos a descolonizacao . Era uma pessoa que nao tolerava gastos, desperdicios e indisciplina. Aproveito para deixar a sua familia sentidas condolencias .

Eng. Rabindra Cacodcar/Goa

9:23 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial