Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

5 de maio de 2008

Padre Jorge Santos celebrou bodas de prata sacerdotais



A igreja matriz de Febres encheu no passado dia 24 de Abril para assistir à missa da celebração das bodas de prata sacerdotais do padre Jorge Santos, pároco de Febres, Vilamar, São Caetano e Corticeiro de Cima. Solenizada por elementos dos coros das quatro paróquias a que preside, e na presença de vários sacerdotes – entre eles o vigário geral, cónego Leal Pedrosa, e o vigário episcopal, cónego Manuel Maduro –, a eucaristia contou com vários momentos simbólicos, especialmente o ofertório, onde foram entregues pelos paroquianos ao padre Jorge vários objectos e explicado o seu significado.
Na sua homilia, Jorge Santos não deixou de referir os 25 anos de caminhada sacerdotal e as dificuldades encontradas. "Por um lado a certeza do amor de Deus por mim e a alegria de ser padre; por outro, a fraqueza pessoal e a incapacidade de corresponder como devia às exigências do ministério", afirmou.
O testemunho da sua passagem no Renovamento Carismático, na Comunidade Emanuel e no Alpha, bem como as experiências de evangelização que viveu em Portugal e em França foram partilhados pelo sacerdote, que confessou "ter aprendido muito a ser padre" com a comunidade.
"Vou-me embora não por estar farto; muito pelo contrário: vou-me embora na altura em que me é mais difícil. Estas paróquias eram a minha família, já estava muito à vontade nelas", declarou Jorge Santos, reconheceu que ainda ficou muito trabalho por fazer. "Falta uma pastoral dos jovens mais consistente, com mais acompanhamento dos padres, e uma pastoral da família mais estruturada: Mas sei que os padres que chegaram vêm cheios de entusiasmo e dinamismo e têm muito para fazer", rematou.
Depois da eucaristia teve lugar o jantar comemorativo, que juntou 580 pessoas, entre familiares, amigos das quatro paróquias e de movimentos aos quais o sacerdote tem estado ligado ao longo da sua vida pastoral. Também se associaram à festa João Moura, Helena Teodósio e Pedro Cardoso, respectivamente presidente, vice-presidente e vereador da cultura e acção social da Câmara Municipal de Cantanhede, assim como todos os presidentes de Junta de Freguesia das quatro paróquias
Na altura dos discursos, João Moura aproveitou para enaltecer as qualidades do padre Jorge Santos, entre as quais o seu dinamismo, que o levou a pôr de pé o projecto do Centro Social e Paroquial de Febres, a inaugurar brevemente.
Por sua vez, o vigário geral da diocese, Cónego Leal Pedrosa, acentuou a fé do homenageado e desejou-lhe êxitos pastorais para a nova missão que lhe foi atribuída.


Mirla Ferreira Rodrigues e Luís Alves

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial