Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

5 de maio de 2008

Cantanhede: D. Ximenes Belo recebeu Medalha de Ouro

A sessão solene das comemorações do 34º aniversário do 25 de Abril em Cantanhede teve este ano uma presença diferente: D. Ximenes Belo, bispo emérito de Díli, que fez uma dissertação sobre a paz.
O município não quis deixar passar despercebida a presença do Nobel da Paz em Cantanhede e ofereceu a D. Ximenes Belo a Medalha de Ouro da Cidade de Cantanhede "pelas corajosas posições que tomou em defesa da causa da autodeterminação de Timor Leste e que viriam a alcançar projecção mundial com o Prémio Nobel da Paz, em 1996, além de outros importantes distinções atribuídas por prestigiadas instituições internacionais".
Ainda no âmbito da campanha "Uma Escola por Timor", desenvolvida pelo município juntos das escolas do 1º CEB, foram angariados quatro mil euros, entregues a D. Ximenes Belo, e que se destinam à beneficiação da Escola da Paróquia de Santa Maria, na cidade timorense de Ainaro, capital do distrito com o mesmo nome, na zona sudoeste do país.
O bispo emérito de Díli aproveitou as comemorações do 25 de Abril para agradecer o empenho de todas as crianças na campanha de angariação de fundo para a escola de Timor, e recordou as muitas crianças e jovens portugueses "que desconhecem o que é a guerra, ao contrário do que acontece em Timor".
Na opinião de D. Ximenes Belo, "é essencial procurar as causas que provocam os conflitos bélicos", que "a comunidade internacional tome medidas necessárias para o controlo da corrida bélica" e os governos "criem regras para a produção, acumulação e venda de armas".
A meta a seguir, segundo D: Ximenes, é educar os jovens e as gerações futuras para os valores e para a Paz. "O futuro da Humanidade será de paz duradoura se os jovens forem imbuídos de um espírito pacífico. Eduquemos os jovens em atitudes de Paz, na sua pessoa, para que tenham o sentido de dignidade, dos direitos e dos deveres, o sentido do outro e da solidariedade, do bem comum", rematou.



Mirla Ferreira Rodrigues

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial