Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

17 de março de 2009

D. Ximenes Belo afirma que Timor continua “escravo dos seus vícios ancestrais”


O bispo emérito de Dili, D. Ximenes Belo, defendeu no passado dia 13 de Março, que "os primeiros anos de independência de Timor não trouxeram paz efectiva e justiça". Pela frente ainda há um longo caminho a percorrer, que exige muito trabalho. "Somos independentes politicamente, mas permanecemos escravos dos nossos vícios ancestrais. Estamos dependentes do ódio, da falta de uma cultura de paz, cidadania, diálogo e perdão. Falta-nos ainda o gosto pelo trabalho e pelo estudo", afirmou D. Ximenes Belo, que discursou no anfiteatro V da Faculdade de Letras, num encontro de timorenses que juntou meia centena, maioria estudantes universitários. Na sua intervenção, o prémio Nobel da Paz não esqueceu as disparidades sociais. "Não se pode talhar um mundo onde vivem lado a lado super-ricos e miseráveis", frisou.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial