Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

3 de fevereiro de 2009

Dois momentos felizes


Por Mário Nunes*

No Domingo passado voltámos à Catedral da Sé Nova para partilharmos a missa dominical, cumprindo, assim, o preceito de católico praticante, que somos desde o nascimento.
O movimento desusado de automóveis, fez-nos acreditar que cerimónia não comum se realizaria nesse acto sagrado. O Luís, arrumador, de extrema simpatia, elucidou-nos que havia baptizados. E, ao entrarmos, alegrámo-nos por ver tantos fiéis e muitas crianças, estas, já desenvolvidas, e não bebés de colo.
No início da cerimónia litúrgica o Cónego Sertório esclareceu os presentes: "convidei as 120 crianças que foram baptizadas em 2006, para virem renovar, hoje, o seu baptismo. E, estou contente porque os pais responderam ao convite, em número significativo". Aconteceu uma festa bonita, plena de fé e com os pais e crianças a subirem ao altar e a confirmar os valores espirituais e os compromissos evangélicos assumidos no dia do Baptismo.
Uma iniciativa interessante do Cónego Sertório que, desta forma, trouxe à Sé Nova, fiéis de toda a região, familiares e amigos das meninas e meninos, renovando, no mesmo templo, os momentos de fé que validam o crer na vida eterna, na salvação da alma, purificada do pecado original, pelo Baptismo.
Sublinhou, também, que os baptizados que ali se realizam, são de crianças da Diocese e não apenas da Paróquia. Os pais escolhem a Catedral para o acto grandioso da entrada dos filhos na Igreja Católica. Em 2006, baptizou 120, em 2007, 122, e em 2008, 115 crianças.
Esta bonita festa com Deus em primeiro lugar, levou o nosso pensamento para a recente comemoração dos dez anos do Centro de Aconselhamento Familiar - CAF.
Há uma década, num cantinho muito acolhedor da Casa de Santa Zita, nasceu o serviço que faz renascer a esperança. O Eng.º Jorge Cotovio do Secretariado da Pastoral da Diocese de Coimbra, a Dr.ª Emília Cardoso, coordenadora do CAF, o Bispo de Coimbra, D. Albino Cleto e os participantes activos da sessão solene, realizada na Casa Municipal da Cultura, evidenciaram uma incontida alegria por terem acreditado num projecto que exige muito trabalho, muita entrega, muita disponibilidade e, sobretudo, entusiasmo e esperança.
Este marco histórico dos dez anos, mostrou que o CAF é uma Instituição que presta um relevante serviço à família, ajudando-a a ultrapassar divergências, conflitos, dramas, sofrimentos, silêncios, solidão, indiferenças. E, foram 4.023 atendimentos e aconselhamentos operados de dia e de noite (24 horas, em cada dia). Mulheres e homens estrangeiros e portugueses, de todo o Portugal, contactaram o CAF para receberem amor, obterem aconselhamento para os seus problemas, saírem alegres quando entraram tristes, reconciliados (casais), quando a desavença era o pão-nosso de cada dia.
Como foi bom termos escutado aquelas intervenções. Como há voluntários que se sentem gratificados por fazerem a entrega, sem contrapartidas, àqueles que necessitam de paz e acreditam na esperança.
A conferência da Dr.ª Ana, economista, deixou nos presentes matéria suficiente para séria reflexão. A pirâmide social para ser permanentemente revitalizada necessita de uma média de 2,1 filhos por casal. Mas, a estatística regista, apenas, 1,7 com tendência para 1,5 e 1,3. Diversos factores (enumerados) provocam este abaixamento da natalidade, que traz consequências gravosas e situações insolúveis, já hoje existentes, e a agravarem-se no futuro. Uma esclarecedora explanação oral e visual que impõe uma profunda meditação.
Associando a iniciativa do Cónego Sertório a esta efeméride do CAF, vemos que a diminuição da natalidade abrange, negativamente, todas as Instituições. A Família, base da sociedade e do futuro da Humanidade, precisa de readquirir os valores insubstituíveis da sua identidade e reactivar a sua missão de amor e paz.

*(Vereador da Cultura
Câmara Municipal de Coimbra)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial