Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

18 de novembro de 2008

Figueira de Lorvão: Escuteiros em festa


O passado dia 9 de Novembro, foi dia de festa para os escuteiros de Figueira de Lorvão. O agrupamento, que conta já com cinco anos de existência, foi filiado no Corpo Nacional de Escutas (CNE).
A filiação é o momento em que um agrupamento, até aí em formação, é oficialmente aceite pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE) e por ele é reconhecido como autónomo. Uma vez que se trata da associação de escutismo católico português, a cerimónia integrou a Eucaristia dominical, pelas 15 horas, na igreja matriz de Figueira de Lorvão.
Foi uma cerimónia emotiva e vivida intensamente pelos elementos do agrupamento. Como a concretização de um sonho, há muito acarinhado. Entre muitos sorrisos e algumas lágrimas, foi ali entregue a bandeira onde se pode ler: Agrupamento 1316 – Figueira de Lorvão, pelo Chefe Regional de coimbra, Vítor Fernandes, perante a comunidade paroquial, pais, amigos e também muitos outros escuteiros da Região que fizeram questão de marcar presença.
A Eucaristia foi presidida pelo Padre João Paulo Vaz, assistente regional de Coimbra do CNE e concelebrada pelo padre Cândido Costa, assistente do agrupamento. Ambos salientaram a importância desta filiação, para a comunidade de Figueira de Lorvão e a enorme alegria por este acontecimento.
Estiveram presentes a Junta Regional de Coimbra do CNE, a Junta de Núcleo Centro-Norte, e ainda escuteiros dos agrupamentos 355 – Montes Claros, 1079 – Penacova e 163 – Santa Cruz. O Grupo de Jovens "Mensageiros da Alegria", de Figueira de Lorvão, também esteve representado.
Após a cerimónia e a visita à sede do agrupamento, realizou-se no salão de Gavinhos um lanche partilhado, organizado pelos pais dos elementos do agrupamento, e um magusto onde não faltou animação.
Foi este o ponto mais alto na história de um agrupamento que deu os seus primeiros passos há cinco anos atrás, e desde então se tem vindo a afirmar no seio da paróquia de Figueira de Lorvão. Se no início, a ideia do escutismo parecia estranha naquela localidade, hoje são mais de 40 as crianças e jovens que têm a oportunidade de viver todos os momentos de descoberta, desenvolvimento, união, liberdade e realização que o Escutismo lhes proporciona.
O Agrupamento 1316 conta actualmente com cinco dirigentes, que muitos se empenharam para que este momento fosse uma realidade. No entanto, estão também de parabéns todos os Escuteiros do Agrupamento, pais amigos e a comunidade que souberam acolher esta ideia, permitindo que hoje ela desse fruto.

Rita Simões

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial