Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

30 de setembro de 2008

Arazede: Centro Social Paroquial melhora condições para os seus utentes


O Vigário-geral da Diocese de Coimbra, monsenhor Manuel Leal Pedrosa, presidiu à bênção das instalações, referindo que "o amor está traduzido nesta obra; um amor ao próximo, à ajuda e à partilha dos valores da solidariedade".
"Esta é uma obra emblemática do concelho e vem reforçar a oferta na área dos equipamentos socais". Foi nestes termos que o presidente da Câmara Municipal, Luís Leal, se referiu às obras de ampliação do Lar Nossa Senhora do Pranto, de Arazede, em cerimónia realizada dia 27 de Setembro. "O executivo a que presido está atento à área social do concelho e apoia projectos de interesse colectivo, tendo em vista proporcionar melhor qualidade de vida aos idosos", realçou Luís Leal, lembrando que "continuamos a apostar no desenvolvimento do concelho, e a área social faz parte da nossa aposta".
As obras de ampliação deste equipamento social, da responsabilidade do Centro Social e Paroquial de Arazede (CSPA), representa um investimento de 700 mil euros, e "é, sem dúvida, o exemplo do empenhamento da CSPA na concretização de uma antiga aspiração das pessoas e elementos directivos que por aqui passaram e que continuam a trabalhar gratuitamente, sustentou o padre Isildo Costa, manifestando o seu desejo de "antes de deixar a paróquia, gostava que as instalações ficassem concluídas com a construção de uma piscina de fisioterapia".
Agradecendo e lembrando as personalidades que estiveram na génese do Lar Nossa Senhora do Pranto, Filipe Sousa, tesoureiro do CSPA, explicou que "é uma obra feita a pensar nos mais idosos", fazendo votos para que "os utentes possam usufruir desta casa o melhor possível e por longo tempo". Na ocasião, este dirigente deixou também "uma palavra de agradecimento à Câmara Municipal e à Junta de Freguesia, por terem apoiado a obra, respectivamente, com 50 mil euros e 5 mil euros".
Pedro Coimbra, em representação do Centro Distrital de Coimbra da Segurança Social, referiu que "esta é uma obra significativa para o concelho e para o distrito", sublinhando "a importância de uma parceria tripartida". Frisando que "não nos inibiremos de, no futuro, alargar a um apoio mais consistente", o responsável da Segurança Social anunciou que "a partir de Outubro os apoios vão ser aumentados para garantir a sustentabilidade da instituição".


Aldo Aveiro

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial