Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha foto
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

27 de novembro de 2007

Região Pastoral da Beira-Mar avalia Plano Pastoral 2002-2007


Com o objectivo avaliar o Plano Pastoral 2002-2007, teve lugar, dia 17 de Novembro, no salão dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho, uma assembleia de leigos das paróquias do arciprestado da Carapinheira (Região Pastoral da Beira Mar) e da paróquia de S. Silvestre (Região Pastoral de Coimbra. - Zona Rural Norte). Nesta assembleia, presidida pelo Vigário da Região da Beira Mar, Cónego Manuel Maduro, participaram também os párocos Pe.António Domingues (Carapinheira), Pe. José Carraco (Montemor-o-Velho) e Pe.Élcio dos Santos e Pe. Martinho de Sousa ( Meãs, Tentúgal, Lamarosa, S. Martinho e S. Silvestre).
Para o Plano Pastoral 2002-2007, a Diocese de Coimbra tomou como grande propósito sair para "lançar a semente", sair para levar a fé num Deus que é Pai e a alegria da vida com Seu Filho. Foram várias as áreas de actuação pastoral definidas, ajudar a família, evangelizar os jovens, servir os que mais sofrem, fomentar o diálogo entre a fé e a cultura e as vocações. Era nestas áreas que todos se deviam ter empenhado.
Com diferentes intervenções, foram discutidas as acções realizadas, se estas tiveram ou não impacto nas comunidades paroquiais, se foram criadas estruturas de apoio, se estas continuam em funcionamento, se há pessoas responsáveis em todas estas áreas, se conseguiram responder aos problemas que se colocaram. Foi também abordada a corresponsabilidade de todos na Missão da Igreja, as dificuldades sentidas, a forma como a comunidade cristã se envolve com a sociedade e como intervém nesta, destacando-se o entusiasmo na discussão do que de mais urgente havia a fazer para termos uma Igreja mais Viva e mais Evangelizadora.
Nesta assembleia ficou o eco de que muito foi feito nas diferentes paróquias, embora nenhuma tenha conseguido actuar em todas as áreas, embora se tenha trabalhado com entusiasmo. No entanto, segundo o Cónego Maduro, "este trabalho, embora significativo, sabe a pouco, há muito mais a fazer", lembrando que "a semente foi lançada, mas há que continuar a sementeira, há que ir mais além, sair da concha e ir ao encontro dos outros". O responsável pela Região Pastoral da Beira-Mar frisou que "é preciso estar onde os outros estão, ser cada vez mais testemunho forte, coerente de Deus Vivo e levar esse tesouro aos que nos rodeiam", concluindo que "com entusiasmo e com fé em Cristo Ressuscitado há que continuar a evangelizar, fazendo o que Deus espera de nós".
Reuniões idênticas prosseguem pelas diferentes unidades pastorais desta Região Pastoral, com "assembleia magna", dia 2 de Dezembro em Cantanhede.

Aldo Aveiro

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial