Correio de Coimbra

Jornal informativo da Diocese de Coimbra. Assine e divulgue o nosso semanário. 239 718 167. fax: 239 701 798. correiodecoimbra@mail.telepac.pt

A minha fotografia
Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

27 de janeiro de 2009

Cristãos de Coimbra empenhados na semana de oração pela unidade


Na Diocese de Coimbra, as igrejas católica, presbiteriana e ortodoxa grega reuniram-se em oração pela unidade, em oração ecuménica titulada "Serão um só na Tua mão".

Desde 1908, os cristãos de todo o mundo são convidados a participarem na "semana de oração pela unidade dos cristãos". A iniciativa, normalmente, decorre de 18 a 25 de Janeiro, recorrendo-se à data do Pentecostes, em casos especiais, para fazer esta oração mundial. O tema de 2009 -"Serão um só na Tua mão" (Ez 37,17) foi proposto pelas Igrejas da Coreia. Face à divisão do seu país (Coreia do Norte e Coreia do Sul), as Igrejas procuraram inspiração no profeta Ezequiel, o qual também viveu num país tragicamente dividido e que desejava a unidade para o seu povo.
Na Diocese de Coimbra, as Celebrações de 2009, em que participaram as Igrejas Presbiteriana, Ortodoxa Grega e Católica, tiveram lugar, numa primeira fase, a 19 de Janeiro, na Paroquial de Santa Cruz - Coimbra; 21 de Janeiro, na Igreja Presbiteriana - Bebedouro; 22 de Janeiro, na Paroquial de Cadima; 23 de Janeiro, na Paroquial de S. Julião - Figueira da Foz, terminando, com a segunda fase, na época do Pentecostes, com mais quatro realizações.
A celebração, na Igreja Presbiteriana do Bebedouro, reunindo fiéis da Igreja Católica e Evangélica Presbiteriana, foi conduzida pelo Pastor Evangélico José Manuel Leite; o Bispo de Coimbra, D. Albino Cleto e o Padre Isildo Costa, de Arazede.
"A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, celebrada anualmente, é um período de intensas preces em que as Igrejas de todo o mundo exprimem a sua aspiração e a sua vontade de caminhar rumo à unidade dos cristãos", disse o Pastor José Leite, depois de agradecer a presença de D. Albino Cleto, entre outras individualidades.
"Esta celebração significa um compromisso na compreensão e respeito entre as igrejas cristãs, numa tentativa de procurar a unidade dos cristãos como Jesus Cristo queria: "um só rebanho e um só pastor", no esforço de confiança em Deus", destacou D. Albino Cleto, sublinhando o objectivo primordial que une os crentes: "Cristo, fundamento da nossa fé; É n'Ele que temos de caminhar confiadamente para nos reencontrarmos na unidade e sermos, por isso, instrumentos desta unidade querida por Deus".
Considerando que, apesar das barreiras que separam as várias denominações cristãs, existem pontos comuns que ajudam na aproximação, o prelado explicou que "são esses pontos que possibilitam o estreitamento entre as denominações", dando como exemplo encontros e iniciativas de oração.
Em cada ano, o Oitavário de Oração pela Unidade dos Cristãos surge como uma oportunidade para colocar, em debates, reflexões e na oração, as razões para a união entre os que professam a fé no mesmo Cristo.

Aldo Aveiro

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial